Amor Perfeito, paçoca, licores: um pouco da gastronomia do Tocantins

 

O Tocantins é um dos estados mais novos do Brasil, mas mesmo assim com gastronomia consolidada influenciada por diversas culturas, entre elas, a cultura indígena, portuguesa, quilombola e assim como a de Goiás, uma vez que até 1988 as terras do Tocantins era a parte norte de Goiás.

Conheça hoje algumas das delícias do Estado.

Amor Perfeito

A fécula da raiz de mandioca – também chamada de tapioca -, leite de coco, açúcar refinado, manteiga de leite. Estes são os poucos ingredientes de um biscoito que pelo sabor suave e a deliciosa sensação que provoca ao derreter na boca se tornou uma das iguarias mais famosas entre as cozinheiras das regiões central, sul e sudeste do Estado, em especial Natividade.

Natividade é um dos municípios mais antigos do Tocantins. A história começou no século 18 com portugueses que estavam atrás do ouro escondido nas serras, onde cerca de 40 mil escravos trabalhavam na extração.

O sucesso do Amor Perfeito se deve, principalmente, a Ana Benedita de Cerqueira e Silva, mais conhecida por Dona Naninha, que ainda vive no mesmo casarão centenário onde nasceu e criou os filhos, ao lado da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Natividade, e que hoje recebe visitantes de todos os cantos para se deliciarem com fartos lanches, incluindo outras delícias tradicionais, como a pipoca (peta caseira) e o biscoito trovão.

Na casa de Dona Daninha ainda são preservados e utilizados os fornos à lenha centenários herdados de sua mãe. Talvez esse seja o segredo desse biscoitinho de receita aparentemente simples, mas que encanta a todos que os saboreiam!

A história de Dona Naninha, que iniciou um negócio familiar de produção dos famosos biscoitos Amor Perfeito em Natividade (TO) e hoje é reconhecida nacionalmente e virou documentário.

O Amor Perfeito tornou patrimônio cultural e imaterial do Tocantins.

Licores

O sabor adocicado e levemente alcoólico. Um aroma de fruta toma conta do ambiente enquanto o líquido de tonalidade variável é derramado no copo. Assim é o licor, uma bebida legitimamente sertaneja, sempre presente nos lares do interior tocantinense, levando a presença profana às festividades religiosas. Nos municípios mais antigos do Tocantins, o licor é uma bebida muito apreciada nos festejos religiosos e procurada pelos turistas.

Em localidades como Natividade e Monte do Carmo, no período da Folia do Divino Espírito Santo e outras festividades tradicionais, grupos de mulheres se reúnem na atividade de produção dos licores que serão distribuídos durante as festas. A bebida é feita com leite e frutas da época, como murici, maracujá, caju, banana, abacaxi, murici, jenipapo, sendo que o mais comum e apreciado é o de jenipapo.

Paçoca no pilão

Paçoca de carne de sol

Em questão de praticidade, poucos alimentos ganham da paçoca de carne seca. Reúne poucos ingredientes, mantém a qualidade por vários dias sem necessidade de geladeira e é razoavelmente fácil de fazer. Nos tempos em que não existia energia elétrica e veículos automotivos, os viajantes que cruzavam a região a cavalo levavam o alimento estocado no alforge ou na “bruaca” (espécie de bolsa de couro).

No Tocantins, a iguaria é consumida em todas as regiões, mas tem como principal referência a histórica  cidade de Arraias, localizada no Sudeste do Estado (413 km da Capital, Palmas).

O segredo, dizem os arraianos, está no preparo: a carne seca, cortada em cubos é frita em óleo quente e socada no pilão (de preferência sem verniz), com alho picado e farinha de mandioca. A carne se desmancha e se agrega aos demais ingredientes com o bater ritmado das mãos de pilão que se alternam, com duas ou três pessoas batendo, conforme o tamanho do pilão, por vários minutos.

Paçoca de carne de sol

*Com informações de turismo.to.gov.br

Luciane Santana
Luciane Santana
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Apoio ao Turista

Como Chegar
Principais Atrativos

Belezas naturais

Dunas
Ver Galeria
Serras
Ver Galeria
Cachoeiras
Ver Galeria
Lagos
Ver Galeria
Cidades
Ver Galeria
Previous
Next

Curiosidades

Escolha o Idioma »